CHAMADA DE ARTIGOS PARA COMPOR A EDIÇÃO V2, N4, (JUL-DEZ) 2018: CONSERVADORISMOS: POLÍTICAS E EDUCAÇÃO

Os artigos devem ser enviados para o site da revista até 31 de agosto de 2018. Serão bem vindos trabalhos que discutam a temática dos conservadorismos e suas interfaces com a política, a educação e áreas afins, considerando-se as macro e micropolíticas atuais. Debates e produções que politizem, em abordagens críticas, as questões dos conservadorismos e o desenvolvimento de movimentos políticos conservadores, como o “Escola Sem Partido”, que tentam impedir que as discussões de gênero se façam nas escolas sob alegação de que essas estão destruindo a tradicional família brasileira, assim como xs professores estariam doutrinando xs alunos nas instituições educacionais ensinando-os a serem esquerdistas. Tais debates fazem-se necessários uma vez que a política institucional brasileira vem cada vez mais aderindo às pautas conservadoras a partir de perspectivas moralizantes e normativas. A introdução do ensino religioso na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a diminuição do investimento do Estado em questões sociais, em especial na educação, atingindo políticas afirmativas, também são exemplos de como o conservadorismo está presente nas atuais políticas educacionais brasileiras. Assim, este dossiê pretende reunir trabalhos que discutam a questão dos conservadorismos e suas correlações com a política e a educação. Os artigos submetidos devem estar formatados conforme as normas da revista e serão submetidos à avaliação por pares.

Organizadores: Profa. Dra. Denize Sepulveda (UERJ) e Prof. Dr. José Antonio Sepulveda (UFF)