UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA COMO PRÁTICA PEDAGÓGICA PARA ENSINAR O GÊNERO TEXTUAL CAUSO IBAITIENSE

Valdirene Rover de Jesus Silva, Marilúcia dos Santos Domingos Striquer

Resumo


: Este artigo tem como objetivo apresentar uma sinopse de uma sequência didática destinada ao ensino do gênero textual Causo Ibaitiense nos 6º anos do ensino fundamental. A sinopse sugere objetivos norteadores e ações didáticas a serem realizadas pelo professor no momento da elaboração de materiais didáticos para o ensino e aprendizagem do referido gênero que se relaciona diretamente com as histórias populares criadas e contadas na cidade de Ibaiti, no estado do Paraná, mas pode ser também material de apoio para outros professores de muitas outras com ricas histórias da cultura popular local ou regional. Nossa compreensão é a de que histórias locais populares podem ser um grande aliado nas aulas de língua portuguesa porque podem oportunizar um encontro do aluno com situações enunciativas reais que valorizem a realidade cultural e social dos discentes. O aporte teórico-metodológico que conduziu todo o processo se pauta nos preceitos do Interacionismo Sociodiscursivo (ISD). Os resultados demonstram a necessidade da construção de atividades para o desenvolvimento das práticas discursivas da leitura, da oralidade e da produção textual.


Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, M./ VOLOCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem. 12. ed. São Paulo/SP: Hucitec, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais. Terceiros e quartos ciclos do ensino fundamental: Introdução aos parâmetros curriculares nacionais/Ministério da Educação. Brasília: MEC/SEF, 1998.

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Currículos e Educação Integral. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Brasília: MEC, SEB, DICEI, 2013.

BRONCKART, J. O agir nos discursos: das concepções teóricas às concepções dos trabalhadores. Tradução Anna Rachel Machado e Maria de Lourdes Meirelles Matencio. Campinas-SP: Mercado de Letras, 2008.

_______. Atividade de linguagem, textos e discursos. Por um interacionismo sociodiscursivo. Trad. Anna Rachel Machado, Péricles Cunha. São Paulo: EDUC, 2012.

DOLZ, J.; NOVERRAZ, M.; SCHNEUWLY, B. Sequência Didática para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento. In: SCHNEUWLY, B. e DOLZ, J. Gêneros orais e escritos na escola. Trad. Roxane Rojo e Glaís Sales Cordeiro. São Paulo: Mercado das Letras, 2004.

DOLZ, J.; SCHNEUWLY, B. Gêneros e progressão em expressão oral e escrita: elementos para reflexões sobre uma experiência suíça (Francófona). In: SCHNEUWLY, B. e DOLZ, J. Gêneros orais e escritos na escola. Trad. Roxane Rojo e Glaís Sales Cordeiro. São Paulo: Mercado das Letras, 2004.

MARCUSCHI, L. A. Da fala para a escrita: atividades de retextualização. São Paulo: Cortez, 2005.

______.Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

SCHNEUWLY, B.; DOLZ, J. Os gêneros escolares: das práticas de linguagem aos objetos de ensino. In: SCHNEUWLY, B. e DOLZ, J. Gêneros orais e escritos na escola. Trad. Roxane Rojo e Glaís Sales Cordeiro. São Paulo: Mercado das Letras, 2004.

STRIQUER, M. S. D. O método de análise de textos desenvolvido pelo Interacionismo Sociodiscursivo. Eutomia, Recife, n.14, v.1, p. 313-223, dez.2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Anthesis

Universidade Federal do Acre - Campus Universitário de Cruzeiro do Sul 
Centro de Educação e Letras

Estrada do Canela Fina, Km 12, Gleba Formoso – Cruzeiro do Sul – AC. CEP: 69980-000

Contato: cel.ufac@gmail.com

Qualis CAPES

Letras/Linguística - B2

Interdisciplinar - C

Educação - C