SEGURANÇA PÚBLICA NA FAIXA DE FRONTEIRA ENTRE O BRASIL E A BOLÍVIA: o caso de Rio Branco capital do estado do Acre

Thirson Rodrigues de Medina, José Alves

Resumo


O estratégico território da faixa de fronteira entre o Brasil e a Bolívia na Amazônia acreana, suscita políticas de integração nacional e planos de intervenção e austeridade em segurança pública. O objetivo desta pesquisa é compreender o planejamento territorial no âmbito do estabelecimento de políticas de Segurança Pública, na zona fronteiriça internacional da Amazônia Sul Ocidental Acreana. Para elucidar o contexto acreano, as concepções da dimensão espacial do poder são elencadas. A política de segurança pública do governo federal, por meio de projetos de intervenção com operações efetivas contra a economia ilegal na faixa de fronteira, busca intervir para coibir o ímpeto da rede do narcosul, territorialidade internacional de ilícitos transfronteiriços, na América do Sul, que converte a Amazônia em porta de entrada para o escoamento da produção de drogas ilícitas, através de suas fronteiras, especialmente a faixa de fronteira acreana.


Texto completo:

PDF

Referências


ACRE (Estado). Secretaria de Estado de Planejamento. Acre em números 2009. 181p.

ACRE (Estado). Ministério Público do Estado do Acre. Relatório de Informações de Indicadores Prioritários de Violência e Criminalidade: demonstrativo histórico de indicadores de violência e criminalidade no estado do Acre, período 2004 a 2015. Observatório de Análise Criminal. Núcleo de Apoio Técnico. 1 ed. Disponível em: . Acesso em: 12 jun. 2016. Rio Branco: MPAC, 2016. 62p.

ALVES, José. Brasil: Do contexto da reestruturação produtiva do capital ao “novo desenvolvimentismo”. In: ALVES, José. As Revoltas dos Trabalhadores em Jirau (RO): degradação do trabalho represada na produção de energia elétrica na Amazônia. Presidente Prudente: [s.n.], Tese (Doutorado em Geografia), 2014. 671 f. p. 96-155. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2014.

BECKER, Bertha Koiffmann. Amazônia: geopolítica na virada do III milênio. Rio de Janeiro: Garamond, 2004. 172p.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Lei nº 6.634, de 2 de maio de 1979. Dispõe sobre a Faixa de Fronteira, altera o Decreto-Lei n. 1135, de 3 de dezembro de 1970, e dá outras providências. Centro de Documentação e Informação. Disponível em: < http://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1970-1979/lei-6634-2-maio-1979-365762-normaatualizada-pl.pdf>. Acesso em: 03 abr. 2016.

BRASIL. Ministério da Defesa. Glossário. Disponível em: < http://www.defesa.gov.br/arquivos/File/legislacao/emcfa/publicacoes/md35_g_01_glossario_fa_4aed2007.pdf>. Acesso em: 04 mar. 2017.

BRASIL. Ministério da Defesa. Glossário. Disponível em: . Acesso em: 04 mar. 2017.

BRASIL. Ministério da Integração Nacional. Programa de Promoção do Desenvolvimento da Faixa de Fronteira – PDFF. Secretaria de Programas Regionais. Brasília, fev. 2009. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2016

BRASIL. Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Faixa de Fronteira. Disponível em: < http://www.ibge.gov.br/home/geociencias/cartogramas/ff_brasil.html>. Acesso em: 22 abr. 2015.

BRASIL. Ministério da Integração Nacional. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Fronteiras do Brasil: diagnóstico e agenda de pesquisa para política pública. Bolivar Pêgo; et al (Orgs). 2 vol. Brasília: Ipea: MI; 2017. 276p. Disponível em: < http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/livros/livros/170628_fronteiras_do_brasil_volume2.pdf>. Acesso em: 02 fev. 2016.

BRASIL. Ministério das Relações Exteriores. Primeira Comissão Demarcadora de Limites. Quadros Resumo. Brasília: Itamaraty, 2012. Disponível em: < https://sistemas.mre.gov.br/kitweb/datafiles/Pcdl/pt-br/file/Fronteiras/Peru/Quadros%20Resumo.pdf>. Acesso em: 12 ago. 2017.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário 2015. Disponível em: < http://www.forumseguranca.org.br/storage/9_anuario_2015.retificado_.pdf>. Acesso em: 10 mar. 2016.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. 8° ed. Rio de Janeiro: Graal, 1989.

FOUCAULT, Michel. Segurança, Território, População. Tradução: Eduardo Brandão. rev. trad.: Cláudia Berliner. Coleção Tópicos. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

LONDOÑO NIÑO, Edgar Andrés. A tríplice fronteira Brasil, Colômbia e Peru: limites e desafios de cooperação e integração da região fronteiriça, com ênfase nos anos 2006-2011. Dissertação (mestrado) – UNESP/UNICAMP/PUC-SP, Programa San Tiago Dantas, 2013. São Paulo, 2013. 89f.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.